Início / Fernanda Coelho (página 2)

Fernanda Coelho

Saci e os Tempos Modernos

Já vai longe o tempo em que o Saci perdia tempo trançando crina de cavalo, fazendo as cozinheiras perderem o ponto do bolos e assustando os viajantes. Já passou a época em que ele ficava por aí assoviando, fumando cachimbo e colocando cinza em comida. Sim senhor. O mundo evoluiu e o Saci, esperto que é, acompanhou todas as mudanças.

Leia Mais »

Eu e a Dona Expedita

Se você é psiquiatra, psicólogo, psicoterapeuta, apaixonado por essa área do conhecimento humano, ou se - no mínimo - conhece alguém que o seja, por favor, não leia essa crônica. Se você é conhecido de algum pai de santo, se faz despacho ou algo do gênero, eu peço, não leia esse texto.

Leia Mais »

Eu experimentei

Olhando fotos recentes e outras tiradas há um ano, mais ou menos, fiquei espantada ao ver a mudança em meu rosto. Não, eu não fui atropelada. Não, eu não fiz nenhuma cirurgia estética. Nem peeling, nem botox. Nem nada disso. O que aconteceu comigo foi que eu Experimentei.

Leia Mais »

Uma Confissão

Preciso confessar uma fraqueza: não consigo viver se não for 100%. Não consigo estar só "de corpo presente" em nenhum lugar. Não entro em nenhum tipo de relacionamento - amizades inclusas - se for para ser pela metade. Não faço elogios falsos. Não gosto de gente morna.

Leia Mais »

Entre aspas

Estava aqui olhando as pessoas postarem citações e o pensamento voou. Foi inevitável, como tantas vezes acontece e me vi no meio de um questionamento: será que, quando cita um autor, a pessoa tem noção do que isso pode representar? Desde a minha infância, passando pela adolescência e chegando à …

Leia Mais »

Eu e Isaura

Um dos meus relacionamentos mais antigos e conturbados não é, acreditem-me, com um homem. E antes que imaginem que tenho tendências que não me são próprias, eu explico: esse relacionamento também não é com uma mulher, assim de carne e osso. Meu caso, rolo, borogodó, carma, ou coisa que o …

Leia Mais »