Início / Cinema & TV / Cinema / Assista Her – Venha ter seu coração destruído também.

Assista Her – Venha ter seu coração destruído também.

 

her

Provavelmente estarei redigindo esse post ao prantos, esse filme foi destruidor pro meu humilde e já calejado coraçãozinho.

O filme conta a história de um cara que se apaixona por um sistema operacional com uma voz encantadora. Mas não só isso, ele é um cara separado, ainda apaixonado pela esposa e que antes de se apaixonar pelo “sistema”, sofre muito tentando sobreviver a cada dia.

O diretor do filme, Spike Jonze, (diretor de clipes como 100%, do Sonic Youth, Cannonball, Breeders e filmes como Onde Vivem os Monstros e Quero Ser John Malcovich) não deixa que o filme se esgote com essa ideia estranha e criativa, ele retrata as novas configurações do amor e transforma esse filme, na minha humilde opinião, no melhor romance do século XXI e que me fez chorar muito.

No elenco temo, Joaquin Phoenix, como o sofrido Theodore (Johnny e June, 8 milímetros), Amy Adams, interpretando Amy (Trapaça, Homem de Aço), Olivia Wilde, interpretando a mulher do blind date (Tron, Show de Vizinha), Scarlett Johansson, sendo a Samantha, voz que Theodore perde a linda (Lucy, Encontros e Desencontros), etc.

O responsável pela trilha sonora delícia do filme é o Owen Pallet, sendo que o Spike Jonze compôs The Moon Song, que a Karen O canta, mas no filme quem canta é a Scarlett, também fica linda na voz dela. Sem contar que temos The Breeders, com Off you, música delicadamente melancólica que toca aos 2:30 de filme. A OST do filme vale muito a pena.

O filme se passa em Tóquio, é doce, lindo, triste, dá vontade de você dar um tapa na cara do Theodore, pra ver se ele vira gente. Vale muito a pena assistir.

Só você acha que sua vida amorosa está uma bosta, e sua vida anda chata, sem sentido e você nem sabe como vive, assista o filme e conheça a vida de Theodore.

Sobre Monik Freitas

Amante da música, filme e boa cerveja. Ahh! Também amo livros, cerveja, séries, HQ´s, Robert Crumb e Milo Manara Formada em cinema, 32, mãe.

Leia Também

Deixa eu te apresentar 01 – Moral e bons costumes?! Hoje não, passa mais tarde

  Dramas ´´cult´´ com temas polêmicos, como: incesto, prostituição infantil, mito do édipo, senil, etc)

Deixa eu te falar 04 – Sexy Sem Ser Vulgar (3 na massa)

YouTube: Hoje falo de um projeto lindo, sexy e sensível, o 3 na massa! Projeto …

  • Assisti já… achei lindo mesmo o filme. Me emocionei várias vezes, e fiquei triste de ele se apaixonar por algo que não é real, que não se pode tocar. Mas achei tonto também, por que eu ri várias vezes no início (cara isso não existe), mas depois fui ficando mais emocional e com pena dele ao mesmo tempo. Não sei o que faria se acontecesse isso com alguém próximo a mim, ele ficou totalmente encantado.
    Gostei do filme, mas odiei um pouco Theo, por ele saber que aquilo não existe, mas tentar fazer com que exista…
    Abraços Monik,
    Recomendo para quem quiser assistir também.
    ThayQ.

  • Tamires Fernanda

    Muito legal esse filme, primeira vez que vejo alguma coisa assim, si apaixonar por algum objeto ou alguma coisa… Mas si é de fazer chorar eu tenho certeza que vale a pena.

    Abçs 🙂

  • Amelia Guedes

    Vou procurar o filme na net, uma vez li um livro com uma história parecida, chamado Adeus Por Enquanto, que me fez chorar um pouco, espero me derramar em lágrimas com esse filme. Adorei a dica!