Início / Papiro News / Editoras / LeYa lança “Cash” a autobiografia de Johnny Cash

LeYa lança “Cash” a autobiografia de Johnny Cash

Cash

O Homem de Preto, como ficou conhecido pelos seus fãs, apresenta neste livro as memórias de uma vida conturbada, intensa, marcante e é claro, musical

“Está na hora de eu ir trabalhar, ou se preferir, brincar.  Assim é que nós ciganos da música dizemos, afinal. Vou pôr minha camisa preta, afivelar meu cinto preto em minhas calças pretas, amarrar meus sapatos pretos, pegar meu violão preto e fazer um bom show para as pessoas desta cidade”.  Johnny Cash

Um vozeirão sepulcral que virou uma lenda da música country. Um homem atormentado por três vícios:  as anfetaminas, a música e o amor. Uma pessoa intensa, verdadeira, rebelde, contestadora, mas que cultivava um coração de ouro. Visto por muitos como um fora de lei mal encarado, mas que na verdade era um romântico sonhador. Muito mais do que uma lenda, Johnny Cash foi humano.

A editora LeYa lança em agosto Cash a autobiografia de um dos maiores nomes da música country mundial, Johnny Cash. Escrito por Cash, em 1997, este livro relata as memórias de um homem que viveu a vida intensamente, mas que achou seu porto seguro num amor para a vida toda, sua June Carter.

Escrito em primeira pessoa, Cash relembra a infância pobre de John – como prefere ser chamado -, a relação com a família e a religião, o início da carreira, o encontro destruidor e quase mortal com as drogas, as histórias das estradas por onde andou com seu Unit One – o ônibus preto do Homem de Preto – e o encontro com June Carter, que mudou o rumo de sua vida.

O livro ainda apresenta toda a discrografia de Cash – a edição brasileira inclui ainda álbuns gravados após o lançamento do livro, em 1997 – e a morte de Cash, em 2003.

Filho, irmão, soldado, artista, amigo, marido, pai, avô… Cash mostra todas as facetas de um grande homem que por muito tempo foi incompreendido, não só pelo mundo, como também por si mesmo. Mas que soube enxergar a beleza da vida e traduzi-la em versos que marcaram a história não apenas do country, mas de toda uma geração.

“You are my sunshine

My only sunshine

You make me happy when skies are grey

You’ll never know, dear, how much I love you

Please don’t take my sunshine away”

 

Sobre os autores:

Johnny Cash (1932-2003) foi um ícone americano da música country, um homem de fé e autor de três livros. Cash cantou pela primeira vez publicamente durante o período em que estava na força aérea americana, no início dos anos 1950. Foi a personalidade mais jovem já escolhida para o Country Music Hall of Fame, foi introduzido no Rock and Roll of Fame e também premiado com onze Grammys em uma carreira que moveu gerações. Casado com outra lenda do country, June Carter, Cash apresentou-se em inúmeros lugares, de prisões à Casa Branca, teve o seu próprio programa de televisão, apareceu em filmes, além de ter recebido diversos prêmios importantes da cultura americana.

Patrick Carr é um experiente jornalista americano especializado no cenário da música country, e conviveu com Cash por anos.

Sobre Cadorno Teles

Leia Também

Resenha | Elantris, de Brandon Sanderson

Elantris era conhecida como a cidade dos deuses. Nela, uma benção chamada Shaod transformava as …

Resenha| A Máquina de Xadrez, de Robert Löhr

Xadrez, antigo jogo dos reis, poderia ter várias concepções, como nos mostra a sua própria …