Início / Literatura / Resenhas de Livros / Resenha | Elevador 16, de Rodrigo de Oliveira

Resenha | Elevador 16, de Rodrigo de Oliveira

Estamos em 2017. Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, os astrônomos asseguram que o planeta passaria a uma distância segura e todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer… Mas não podiam estar mais enganados.

No dia em que o planeta estaria mais visível a olho nu, enquanto todo o mundo se preparava para observar o fenômeno, um grupo seguia para um compromisso chato: fazer hora extra num sábado, pois todos os projetos estavam muito atrasados.
Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador… mas ele para entre dois andares.

As comunicações não funcionam, nem alarmes ou celulares, ninguém aparece para ajudar. E eles não sabem que, em todo o mundo, algo muito estranho aconteceu. Em poucos segundos, 10 pessoas caem num surto coletivo, como que desmaiadas. Entre o desespero e tentativas de busca por ajuda, um deles começa a abrir os olhos. Mas eram olhos vazios, olhos do mal…

***

Este livro conta uma história que ocorre no exato momento em que o nosso mundo se transforma. Traz personagens que vivem o intenso evento cósmico que mudaria a Terra para sempre. Leia, comente, discuta, conheça uma história paralela da série As Crônicas dos Mortos. O primeiro dos cinco livros.

Resenha

Elevador 16 faz parte da série As Crônicas dos Mortos, cujo o primeiro livro é O Vale dos Mortos, e em breve estará por aqui também.

Neste spin off de As Crônicas dos Mortos, acompanhamos Mariana Fernandes, que em um sábado, está trabalhando em um de São Paulo. A História começa com um drama pessoal de Mariana, ela está grávida! De imediato imaginei que lá na frente isto traria consequências. O que era para ser motivo de alegria para a mesma, vira uma angústia, pois ela não queria ter um filho, principalmente por estar em um relacionamento que parece chegar ao fim.

Assim que li o título do livro fiquei tentando imaginar o porquê de “Elevador 16“, depois que descobri me pareceu óbvio (até porque tá na sinopse), apesar de não ter passado pela minha cabeça que era por isso, mas achei uma excelente solução.

O início da trama é uma situação totalmente claustrofóbica… Se imagine dentro de um elevador parado entre um andar e outro, e de repente você nota que as pessoas ao seu redor estão se transformando em zumbis. E agora, o que você faz?

Mariana está nesta situação. Ela e mais quinze colegas estão saindo para o almoço quando o evento cósmico acontece, e eles ficam presos no elevador. De repente dez deles desmaiam e os outros seis observam atônitos o que acontece em seguida, um a um eles “acordam” e começam a agir como “zumbis”. Durante todo o livro, ela nos mostra que não é uma frágil grávida indefesa, na verdade ela tem atitudes de força e liderança bem necessários para o momento. Ela luta por sua vida, pela do bebê que espera e pela dos seus amigos.

Mas negar o que acabara de presenciar seria estupidez. Mariana não fazia ideia se aquelas pessoas poderiam ser tratadas e assim voltar ao normal, mas o fato era que elas estavam se comportando como loucas, sem raciocínio e sem piedade, e ainda por cima devorando outros seres humanos.

A partir daí a trama se desenrola de forma frenética e tem uma narrativa bem fluida, uma pena que é tão rápida, são apenas 60 páginas. Um detalhe que gostei bastante foi a narrativa sem rodeios, as coisas acontecem de forma direta.

Lembrou-me bastante duas obras que sou fã: a série The Walking Dead e o filme REC. Em TWD vemos uma epidemia que se alastra de uma hora pra outra e todos que morrem viram zumbis, no Elevador 16 não sabemos exatamente o porquê de só alguns virarem zumbis, mas também é uma epidemia que assola o “mundo” de uma hora pra outra. Já em REC, tudo acontece dentro de um prédio residencial, onde de repente pessoas alucinam e começam a atacar umas a outras, assim como agem os zumbis, é uma situação tão claustrofóbica quanto a que vemos no livro.

A força que o movia parecia inesgotável. Uma verdadeira máquina de matar que não se cansava ou desistia.

Com relação a capa, é simples e direta, perfeita para um livro como esse. Já a diagramação, também simples, foi muito bem trabalhada por todo o livro, só não entendi bem qualé a do desenho do gato preto no início do capítulo, mas talvez seja porque simbolizam a possessão do diabo em algumas culturas. No que diz respeito a revisão, foi um trabalho impecável, não encontrei nenhuma falha.

É um livro que recomendo para todos os fãs do gênero, como introdução é excelente e espero que melhore ainda mais para os próximos da saga. Ah, tem outra coisa que espero, como é um evento global, que seja mostrado outras partes do Brasil além de São Paulo, tipo o Nordeste, o Norte e o Sul do país. Quem sabe, né?

 ———

Assista o book trailer da série

 ———

Baixe o Elevador 16 gratuitamente

Conheça mais da série As Crônicas dos Mortos:

Estamos em 2017. Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, os astrônomos asseguram que o planeta passaria a uma distância segura e todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer... Mas não podiam estar mais enganados. No dia em que o planeta estaria mais visível a olho nu, enquanto todo o mundo se preparava para observar o fenômeno, um grupo seguia para um compromisso chato: fazer hora extra num sábado, pois todos os projetos estavam muito atrasados. Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador... mas ele para…

Elevador 16

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Excelente!

Neste spin off de As Crônicas dos Mortos, acompanhamos Mariana Fernandes, que em um sábado, está trabalhando em um de São Paulo. A História começa com um drama pessoal de Mariana, ela está grávida! De imediato imaginei que lá na frente isto traria consequências. O que era para ser motivo de alegria para a mesma, vira uma angústia, pois ela não queria ter um filho, principalmente por estar em um relacionamento que parece chegar ao fim.

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de tv. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Leia Também

Resenha | Alice e as armadilhas do outro lado do espelho, de Mainak Dhar

Você está pronto para as armadilhas do outro lado? Mais de dois anos se passaram …

Resenha | 1+1 – A Matemática do Amor, de Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos

“Não lembro muito bem como eu e o Bernardo nos conhecemos. Até onde sei, ele …

  • Cristiane Oliveira

    Oi Cleson. Adorei a história. Já baixei pra ler.
    Abraços

    • Olá Cristiane, espero que goste, eu achei bem interessante. Já estou lendo O Vale dos Mortos, que é no mesmo universo, e por enquanto tá mantendo o mesmo nível.

  • Marcela

    Eu estou muito ansiosa para ler e para assistir ao filme!
    Quero ter a oportunidade de ganhar e aproveitar a leitura, pois amo esse tipo de história.
    Amei a resenha.

  • hilda maria pipino

    Nossa muito ansiosa pra ver o filme , gostaria muito de ter esse livro em minhas mãos autografado!!!!

  • ricardo juliano

    participando e torcendo pra ganhar esse maravilhoso livro autografado!!!!

  • Angela Farias Farias

    Deve ser muito bom,gostei da resenha…torcendo muito

  • Adriano Souza

    Quero muito esse livro,pois ouvi falar muito bem dele…

  • Maria Shirley Ramos

    adorei resenha tipo de livro que eu gosto..

  • Nicole Gonçalves

    Não sou fã do mundo de zumbis, mas adoro histórias com o tema apocalipse hehe Parece ser um livro bem descritivo e muito tenso kkk vou apostar e ler! Ai vou tirar minha conclusão melhor. Prefiro ler o livro antes de assistir o filme

  • Marcia Pereira Leal

    adorei, zumbi é tudo de bom kkk

  • Mariana Bali

    torcendo aqui, quero muito ver o filme e ler o livro, deve ser sensacional!

  • Elza Katue

    Nossa, que situação! Esse livro deve ser muito tenso!
    Torcendo para ganhar.

  • Caroline Lombardi

    participando, espero ganhar, meu deus amo zumbis, participei 3 vezes seguida da marcha zumbi (zombie walk) aqui de sao paulo entao to super ansiosa, como toda historia envolvendo zumbis esse devera ser incrivel tambem , só pela capa ja da pra ter uma noçao de como sera emocionante.

  • Dany Marques

    Participando e torcendo pois quero muito ler o livro adoro zumbi e adorei a capa

  • Wallison Alex

    Aguardando ansioso 😉

  • MAURO SANZ DIAS

    ESPERO QUE SEJA ASSUSTADOR MESMO

  • deisi wolff

    Tem tudo pra ser um sucesso! A expectativa pelo filme é a melhor possível, ansiosa!

  • Karla Medeiros

    Pelo que li já despertou a minha curiosidade em saber qual será o final dessa estória.
    Com certeza será um grande sucesso. Ansiosa para lê-lo!!!