Início / Literatura / Resenhas de Livros / Resenha | Não Fale Com Estranhos, de Harlan Coben

Resenha | Não Fale Com Estranhos, de Harlan Coben

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis.

Adam levava uma “vida dos sonhos” ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira?

Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.

Intrigante e perturbador, Não fale com estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e suas consequências devastadoras.

Resenha

Existe algo pior que a mentira? Esconder alguma coisa de quem confia em você e te ama é a pior coisa do mundo? Me lembro bem de, na minha adolescência, um dia encontrar um artigo falando sobre “mentira misericordiosa” e levei para a minha mãe, que sempre declarou veementemente odiar qualquer tipo de mentira. Ela não gostou. “Não há mentira que valha a pena” – foi o que ela disse.

Mas e quando a mentira esconde algo de menor consequência do que as que aconteceriam caso a verdade fosse revelada? O que fazer? Qual a melhor alternativa? Você contaria?

Melhor livro de Coben que li até o momento, Não fale com estranhos é um thriller de tirar o fôlego e que mexe com as certezas e convicções do leitor. Nada é tão grave quanto parece antes que a consequência surja. Se algo pode ser pior, certamente será. Uma mentira pode levar a consequências desastrosas, mas será que revela-las todas vai trazer situações menos desequilibrantes? Neste livro entendemos que nem sempre o ápice dos problemas é aquele que vemos num primeiro momento.

Adam recebe a revelação, de um estranho, de que sua esposa esconde algo dele. Sua esposa desaparece após ser confrontada por ele e a partir daí se desenrola uma trama complexa e palpitante de intrigas, mentiras e chantagens. Chantagem, aliás, deveria ser o título deste livro!

Coben tem a sagaz capacidade de criar tramas muito bem boladas a partir de fatos e situações corriqueiras. Sem dúvida alguma isso empresta uma veracidade maior às suas obras e as tornam tão envolventes. É como se o leitor pudesse enxergar na sua vida, ou na vida de alguém conhecido as pistas de que algo do tipo possa vir a acontecer de fato.

Creio que por isso este livro tenha se tornado para mim o melhor lido até agora. Porque ele mexe com as crenças que temos de certo e de errado, de atitudes e do que as pessoas são capazes de fazer para validar suas crenças ou para salvaguardar aqueles que ama, e acima de tudo, para manter seu mundo “de sonho” intacto e perfeito, mesmo que esta perfeição só exista sob o prisma da máscara que todos nós criamos para apresentar aos que nos rodeiam. Tudo precisa parecer em ordem, não é? Ainda que não esteja em ordem aqui dentro, ali fora é isso que precisa parecer.

Em suma, é um thriller incrível e de leitura espetacularmente ágil. Não comece a ler se você não puder continuar a leitura até terminar. Você vai perder compromissos se o fizer! Tudo acontece e se desenrola de forma tão eletrizante que é impossível não soltar algumas expressões de incredulidade vez ou outra: “não é possível!”, “meu Deus!!!!”, “ai, não”… entre outras. Quando terminei disse em voz alta: “ahhh, como eu queria que já tivessem feito um filme baseado neste livro”. De fato era tudo que eu queria agora, poder assistir às cenas que acabei de ler.

Em se tratando da edição, sem ressalvas. A Arqueiro foi primorosa com a publicação de Não fale com estranhos. Se recomendo? Por favor! Leiam este livro!!!

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis. Adam levava uma “vida dos sonhos” ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira? Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se…

Não Fale Com Estranhos, de Harlan Coben

Avaliação

Excelente!

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis.

Sobre Nadja Moreno

Blogueira amante de livros. Sempre em busca do mais e melhor, em tudo.

Leia Também

Resenha | O Outro Lado, de Flávio Assunção

Em O Outro Lado, o leitor acompanha a jornada de um serial killer que acredita …

Resenha | Ninfeias Negras, de Michel Bussi

Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, …