Início / Literatura / Resenhas de Livros / Resenha | Por lugares Incríveis, de Jennifer Niven

Resenha | Por lugares Incríveis, de Jennifer Niven

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, a garota se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

“Me apaixonei por Violet e Finch antes mesmo de se apaixonarem um pelo outro. A jornada deles, que começa no topo de uma torre, é adorável e inteligente e corajosa. Vai partir seu coração e relembrar o que significa estar vivo.” – Jennifer E. Smith, autora de A probabilidade estatística do amor à primeira vista

Resenha

Violet e Finch são da mesma escola, da mesma classe, mas de círculos de amigos totalmente diferentes.

Violet é popular, pensa em cursar Escrita Criativa na faculdade, adora escrever, cercada de amigos populares e um namorado lindo.

Finch, só conta com dois amigos e é visto por todos na escola como “aberração” .

Depois da perda da irmã, Violet se afasta de todos, de escrever e do sonho da faculdade, e em um dia, sobe na torre do sino da escola e lá encontra Theodore Finch e assim Jennifer Viven nos leva diretamente para o mundo desses dois personagens marcantes e intensos.

Violet e Finch são daqueles personagens que o leitor se apaixona logo de cara, eles são intensos, a autora os criou com sentimentos reais e isso torna a narrativa mais tocante ainda e impossível de esquecê-los.

Conhecer Violet e Finch, apesar de doloroso, foi uma experiência única para mim.

Até agora estou relutante em escrever essa resenha, não sei se conseguirei expressar corretamente o que senti durante a leitura, às vezes acredito que não sou boa nisso, principalmente diante de uma história tão diferente da sinopse apresentada no livro, onde esperamos um final feliz e superação de ambas as partes.

A história é narrada em primeira pessoa pelos dois personagens e isso torna tudo muito real e tocante.

Enquanto Violet passa por uma fase terrível com a perda da irmã, Finch que é intenso, profundo, sentimental, inteligente e divertido, encontra várias maneiras de mascarar seus problemas internos e passa o tempo todo se preocupando com rótulos e o que as pessoas pensam dele.

E durante um trabalho de Geografia em dupla, Violet e Finch desenvolvem um pelo outro sentimentos muito maiores que uma simples amizade.

É doloroso enxergar o mundo pelos olhos de Finch. Não tem como segurar as lágrimas durante a leitura, chorei a cada página e a cada capítulo, juro que tentei me controlar, mas foi impossível.

Jennifer nos arrasta da ficção para a realidade, e a realidade nem sempre é bonita e essa posso dizer que foi aterradora.

Apesar dessa avalanche de emoções que mexem constantemente conosco nos arrancando lágrimas e nos deixando com o coração em frangalhos, Jennifer conseguiu acrescentar muitas aventuras e trechos divertidos na história, tornando assim uma narrativa fluída e cheia de surpresas.

Violet e Finch conhecem lugares incríveis, vivem experiências incríveis na narrativa. A autora escreve de maneira encantadora mesmo expondo fatos dolorosos, e Finch foi tão “tudo” para Violet que ele conseguiu fazê-la voltar a viver novamente,mesmo Finch tendo tantos problemas e não sendo capaz de fazer o mesmo por si.

Jennifer Niven, fez muito mais que escrever algo “provocativo, difícil, triste, mas divertido” ela escreveu um alerta sobre uma realidade alarmante.

E eu chorei não só pelo Finch da história, mas por milhões de “Finchs” que são maltratados por pais violentos, negligenciados por mães e irmãos que vivem alheios à tudo, pelos “Finchs” que sofrem bullings e que são descriminados, ignorados e vistos como estranhos por colegas. “Finchs” que vivem problemas emocionais e tentam esconder por vergonha de falar como se sentem.

E chorei até para escrever a resenha.

Por Lugares Incríveis é marcante e comovente.

Vai ser impossível esquecer esse livro.

A capa é linda e criativa, outra coisa bacana é que nas últimas páginas encontramos um mapa e descrições dos lugares incríveis que Violet e Finch visitaram, e endereços de organizações para ajuda às pessoas com problemas emocionais. Tudo isso tornou a edição perfeita, a editora Seguinte está de parabéns.

Sobre Rê Souza

"As melhores viagens da minha vida eu fiz sem sair do lugar." "Uma paixão chamada livros" Rê

Leia Também

Resenha | A Terra Inteira e o Céu Infinito, de Ruth Ozeki

Uma vez, um velho Buda falou: Para o ser-tempo, parado no cume da montanha mais …

Resenha | O Eterno Namorado, Livro 2 – Trilogia A Pousada, de Nora Roberts

Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha …

  • Pâmela Alves

    Eu estou louca pra ler esse livro! *-*
    A sinopse é maravilhosa e só vejo resenhas positivas sobre ele! Além de me parecer um daqueles livros bem chorosos e que nos faz refletir sobre nossas vidas!

    • Rê Souza

      Olá Pâmela,
      Sim, é tocante e nos faz derramar rios de lágrimas, pelo menos comigo foi assim.

      Beijos

  • Amelia Guedes

    Já tinha adicionado em meus desejados, depois da resenha de vocês vou comprá-lo o mais rápido possível. Amo quando o autor transforma emoções, sentimentos em palavras e mostra de forma a não só convencer o leitor como fazê-lo vivenciar tudo.

    • Rê Souza

      Oi Amelia,

      Realmente, você vai se emocionar muito com essa história e com certeza vai ser impossível esquece-la.

      Beijos

  • Tamires Fernanda

    Pra falar a verdade, estou fugindo de livros tão emotivos, minha cota de lagrimas já secou e ainda estou com muita ressaca literária de livros sentimentais, mas mesmo assim, amei a resenha, ele nos deixa querer saber mais sobre a vida dos dois personagens.

    Abçs 🙂

    • Rê Souza

      Olá Tamires,

      Obrigada, espero que sua ressaca literária passe logo e você coloque “Por Lugares Incríveis” na sua lista de leituras.

      Beijos

  • Viniciusso

    Nossa, que livro lindo, fiquei muito interessado em ler, apesar de não gostar muito de livros emotivos demais, mas esse parece super interessante. Pelo fato da narração ser em primeira pessoa, o livro já ganhou um ponto comigo. Livros com narrações assim são mais fáceis de serem lidos, pelo menos comigo é assim.

    • Rê Souza

      Olá Vinicius,

      Lindo e tocante, espero que tenha a oportunidade de ler, é uma história marcante.

      Beijos

  • Julielton Souza

    Deus, não sei o que escrever quando leio resenhas tão encantadoras como esta, ainda mais, quando são sobre livros emotivos. De certa forma fujo deste tipo de literatura, acho que livros com pegadas realísticas e dramas adolescentes mexem de mais com o leitor (digo eu), então sempre que posso me mantenho longe deles, mas a curiosidade me faz desejar ver com meus próprios olhos o teor emocional de Por Lugares Incríveis.
    Por fim, devo parabenizar a Rê por saber expressar seus sentimentos, a resenha é motivadora, pode ter certeza!

    • Rê Souza

      Olá Julielton!

      Tudo bem?

      Obrigada, eu também prefiro fugir desse tipo de leitura, mas, quando me perguntaram se eu gostaria de ler, me encantei por ele, e foi uma leitura que mexeu realmente comigo.

      Beijos