Início / Literatura / Resenhas de Livros / Resenha | Príncipe da Noite – Sete Mulheres e Meia, de Germano Pereira

Resenha | Príncipe da Noite – Sete Mulheres e Meia, de Germano Pereira

Toda manhã, o psicanalista Gabriel se surpreende ao acordar: sempre encontra uma mulher diferente dormindo ao seu lado. Ele nunca se lembra do seu nome, nem da maneira como a conheceu. A única coisa que resta de suas aventuras noturnas é um lapso de memória. Mas esta noite tudo se repetirá: quando cruzar com uma bela mulher, na noite seguinte, perderá o controle de quem é, porque o seu outro “eu” é capaz de tudo para satisfazer seus desejos mais primitivos. Mantendo esse segredo somente para si, Gabriel leva uma vida aparentemente normal na grande Londres, ouvindo diariamente os problemas de seus pacientes, enquanto tenta fugir das loucuras de sua ex-namorada. Mas nada é verdadeiramente normal para um homem que pode ser controlado pelo Príncipe da Noite…

Resenha

Em uma narrativa complexa Germano Pereira nos leva para o mundo do Psicanalista Gabriel que sofre do transtorno de dupla personalidade.

Gabriel, “quando Gabriel”, é bondoso, tímido e romântico, mas quando seu outro eu se manifesta e a quem chama de Príncipe da Noite, se torna intenso, atrevido, sensual e cruel, além de um certo fetiche pelos sapatos femininos ao qual coleciona,(detalhe: sujos de sangue).

Depois que o Príncipe da Noite se manifesta, Gabriel nunca consegue se lembrar o que realmente aconteceu, fica somente com recordações fragmentadas, o deixando confuso e em crise consigo mesmo.

Aqui encontramos uma espécie de serial killer, só que do sexo, ele quer somente prazer, impedindo assim que Gabriel consiga um relacionamento duradouro.

Mas o problema vai muito além do sexo, do prazer carnal, da procura e do encontro, envolve assassinatos frios e cruéis.

Achei a leitura um pouco confusa e repetitiva devido ao fato do autor abordar a psicanálise de forma tão intensa e explicativa e as múltiplas personalidades, apesar do personagem principal ser um psicanalista e esse tipo de leitura ter sido minha primeira, achei que o assunto se aprofundou muito, houve momentos que a leitura se arrastou um pouco devido a esse fato.

Mesmo assim, não deixou de ser uma leitura interessante e bem diferente do que eu já havia lido até então. Pois vamos descobrindo aos poucos fatos surpreendentes e que vão se encaixando ao longo da narrativa complexa do autor.

Pelo final, estou na espera que haja uma continuação por vir.

Surpreendente.

*P.S- O autor entrou em contato afirmando que teremos o próximo livro em breve…

Sobre Rê Souza

"As melhores viagens da minha vida eu fiz sem sair do lugar." "Uma paixão chamada livros" Rê

Leia Também

Resenha | Não Fale Com Estranhos, de Harlan Coben

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. …

Resenha | Marvel: Guerra Civil, de Stuart Moore

A épica história que provoca a separação do Universo Marvel. Homem de Ferro e Capitão …