Início / Literatura / Poesias / Rebelde

Rebelde

Teus mistérios me devoram

e me transformam em compulsivo curioso;

homem em fogo a desejar-te todo tempo,

espantado com a cor do teu fascínio;…

mas sob teu domínio

meu amor é furiosa tempestade.

Liberdade é tolice que abdico,

quero ser, por livre-arbítrio,

tua propriedade,… teu escravo.

Vem satisfazer-se plena em mim,

mas não conta sempre assim

com essa leal passividade.

Sou mesmo de veneta

vez ou outra, sou rebelde amotinado.

Tendo rabiscado cicatrizes na tua pele,

deixarei mordidas em tua carne.

Invertido assim o jogo de cartas marcadas

entre a casa grande e a senzala,

se à luz do dia, tu mulher és minha dona,

quando, enfim, a noite acalma

sou eu o amo de teu corpo,

tu és minha mucama…

servil, apaixonada.

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de tv. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Leia Também

Fugindo numa tela de Van Gogh

FUGINDO NUMA TELA DE VAN GOGH   Cansado das vãs teorias, busco a letargia dos …

Dionísio

DIONÍSIO   Não temo a loucura arriscada que parece acompanhar tudo que é novo. O …

  • Rita Costa & André L. Soares

    Cleson, bom dia.

    Muito obrigado por postar meu poema em seu belo blog. Desculpe se somente hoje encontrei a postagem.
    Sucesso pra você, hoje e sempre.

    Grande abraço!