Início / Músicas / Playlist | Covers (quase) melhores que suas versões originais – Parte II

Playlist | Covers (quase) melhores que suas versões originais – Parte II

Alguns covers são tão famosos que ofuscam suas versões originais, são versões que fazem você esquecer que havia uma música original, ou ainda, músicas que foram tão brilhantemente reinterpretadas por outros (ou até em outros estilos) que encontraram toda uma nova geração de fãs.

Como não consegui diminuir a minha enorme lista, a playlist será dividida em três partes, fiquem com a segunda parte a partir de agora. Para quem não viu a primeira, clique AQUI e ouça!


1. “Blue Suede Shoes” – Elvis Presley -> Blue Suede Shoes é um rock and roll gravado pela primeira vez por Carl Perkins em 1955, composto por ele mesmo, e é considerado um dos primeiros rockabilly (rock n’ roll), ele incorporava elementos do blues, country e música pop da época. Elvis Presley realizou sua versão da canção três vezes na televisão nacional, popularizando-a. Também foi gravada por Buddy Holly e Eddie Cochran entre muitos outros. Gravação de versões cover era uma prática normal durante a década de 1940 e 1950, e Blue Suede Shoes foi uma das primeiras que a RCA queria que seu novo intérprete, Elvis Presley, gravasse.

2. “With A Little Help From My Friends” – Joe Cocker -> With a Little Help from My Friends é uma canção do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, de 1967, do The Beatles. Cantada por Ringo Starr e composta por Paul McCartney. Fala sobre amizade e como os amigos podem ajudar uns aos outros para transpor as dificuldades da vida. Fez um grande sucesso a regravação dessa canção com o cantor britânico Joe Cocker. Essa regravação seria utilizada mais tarde como música-tema do seriado americano Anos Incríveis. Na época, Cocker era pouco conhecido no mundo da música, mas depois do seu sucesso triunfal em Woodstock cantando o cover dos garotos de Liverpool, ele tornou-se famoso em todo o mundo.

3. “I Will Survive” – Cake -> I Will Survive é uma canção da cantora norte-americana Gloria Gaynor lançada no final de 1978. Foi escrita por Freddie Perren e Dino Fekaris e foi certificada com disco duplo de platina pela RIAA. Originalmente lançado no lado B para uma versão cover da música Righteous Brothers “Substitute”, “I Will Survive” se tornou um hit em todo o mundo. Novas cópias do disco foram eventualmente prensadas trazendo “I Will Survive” agora no lado A. A canção de Gloria Gaynor mostra o ponto de vista de uma mulher recém abandonada pelo companheiro, no entanto a canção é tida como um hit gay, especialmente pela execução no filme “Priscilla a Rainha do Deserto” de 1994. Essa é a canção preferida de Julius, pai de Chris do seriado Todo Mundo Odeia o Chris. O Cake fez um cover da música em estilo rock, em 1996, no álbum Fashion Nugget. Há uso de palavrões: o vocalista John McCrea alterou a linha “I should have changed that stupid lock” para “I should have changed my fucking lock.” A versão de Cake também é a versão goalmusic do clube de futebol da Turquia, Galatasaray SK.

4. “Killing Me Softly” – Fugees -> Killing Me Softly with His Song é uma canção de 1971 composta por Charles Fox e Norman Gimbel, inspirada no poema Killing Me Softly with His Blues de Lory Lieberman. A própria Lieberman foi a primeiro a gravar a canção, em 1971, mas foi a versão de Roberta Flack, de 1973, que tornou a canção um sucesso, alcançando o número um na Billboard Hot 100 e ganhando três prêmios Grammy, incluindo o de canção do ano. Killing Me Softly with His Song ocupa a posição número 360 na lista da Rolling Stone das 500 melhores canções de todos os tempos. O Fugees relançou esta canção no álbum The Score, de 1995, com Lauryn Hill no vocal principal. A versão, intitulada apenas “Killing Me Softly”, alcançou a posição #2 da Hot 100 Airplay e a #1 no Reino Unido, onde registrou o recorde de vendas do ano de 1996. Com o sucesso desta versão lançada pelos Fugees, no ano seguinte, a versão original de Roberta Flack foi remixada e foram adicionados partes dos vocais de Hill; sendo que esta nova versão alcançou as primeiras posições na Hot Dance Club Play. Em 2008, a versão de Hill ficou em 25º lugar na Lista de Maiores Canções de Hip Hop da VH1.

5. “Baby I Love Your Way” – Big Mountain -> O músico britânico Peter Frampton gravou a lindíssima canção Baby I Love Your Way em 1975, no álbum Frampton. A canção foi regravada pela banda americana Big Mountain em 1994, atingindo o número 6 na Billboard Hot 100 e número 2 no UK Singles. Sua versão alcançou grande sucesso em todo o mundo, alcançando o top dez em muitos países em toda a Europa.

6. “Crying In The Rain” – A-Ha -> Crying in the Rain é um single da banda norueguesa A-ha, sendo o primeiro do álbum East of the Sun, West of the Moon, lançado em 1990. É uma das músicas mais populares do grupo. A canção é uma regravação da música Crying in the Rain, feita originalmente pela dupla The Everly Brothers, em 1962. Esta versão do A-ha é a regravação mais conhecida da canção dos irmãos Everly, lançada 28 anos depois da versão original. O single foi lançado em 7 de setembro de 1990 na Alemanha e em 1º de outubro do mesmo ano no Reino Unido. Lembra da propagando do chocolate branco Laka em que a menina se arrumava e o menino esperando, comia todo o chocolate? Marcou época e fez Crying in the Rain (cantada pelo Everly Brothers) ficar ainda mais conhecida.

7. “Hurt” – Johnny Cash -> Hurt é uma canção escrita por Trent Reznor, primeiramente lançada no álbum de 1994 do Nine Inch Nails, The Downward Spiral. Em 2002, “Hurt” foi regravada por Johnny Cash tornando-se sucesso de crítica; foi o último sucesso de Cash antes de sua morte. Seu vídeo acompanhante, mostrando imagens da vida de Cash e dirigido por Mark Romanek, foi nomeado o melhor vídeo do ano pelos Grammy Awards e Country Music Awards. O mais interessante é que após a música ser regravada por Johnny Cash, Trent Reznor (autor da música e vocalista do Nine Inch Nails) disse “The song belongs to Johnny Cash now” (“A canção pertence a Johnny Cash agora”).

8. “Behind Blue Eyes” – Limp Bizkit -> Behind Blue Eyes é uma canção escrita originalmente por Pete Townshend em 1969, da banda The Who, mas só foi lançada em 1971. Foi lançada como segundo single do quinto álbum de estúdio da banda, Who’s Next. O Limp Bizkit gravou  em 2003 no álbum Results May Vary, no qual alguns trechos da letra original foram alterados, e outros retirados.

9. “Can’t Help Falling In Love” – UB 40 -> Can’t Help Falling In Love fez parte da trilha sonora do filme Blue Hawaii de Elvis Presley lançada em 1961, sendo lançada no próprio álbum da trilha, como também, em single com “Rock-A-Hula Baby” no “lado-B”. É considerada uma das músicas românticas mais bonitas de todos os tempos, além da grande identificação que esta música possui com o nome de Elvis. É uma versão de “Plaisir d’Ámor” do compositor francês de origem alemã Jean Paul Martini. Nos anos 70 ela seria utilizada como desfecho de quase todos os shows de Elvis. Nos anos 90 o UB40 fez uma nova versão que se transformou em um grande sucesso. Em 2004, a banda espanhola de folk metal “Mägo de Oz” realizou uma adaptação dessa música em seu álbum “Belfast”, intitulada “Todo Irá Bien”.

10. “I Say a Little Prayer For You” – Diana King -> I Say a Little Prayer é uma canção escrita pelos compositores Burt Bacharach e Hal David para Dionne Warwick em 1967. É também uma canção famosa com várias gravações como por exemplo: Elenco de Glee (série), Aretha Franklin e Diana King. A canção ficou bem famosa por fazer parte da trilha sonora do filme O Casamento do Meu Melhor Amigo no ano de 1997, na versão de Diana King. No filme os atores a cantam em uma cena bastante animada.

Agora Aperte o play e ouça!

Playlist | Covers (quase) melhores que suas versões originais – Parte II

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de tv. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Leia Também

Deixa eu te falar 04 – Sexy Sem Ser Vulgar (3 na massa)

YouTube: Hoje falo de um projeto lindo, sexy e sensível, o 3 na massa! Projeto …

Deixa eu te falar 03 – Musiquinhas Legais em Filmes e Séries Legais

  Hoje eu falo sobre filmes e séries que tiveram aquela(s) musiquinha(s) que chamaram minha …