Início / Papiro News / Release | Europa alemã: a crise e as novas perspectivas de poder

Release | Europa alemã: a crise e as novas perspectivas de poder

Em um famoso discurso proferido em Hamburgo em 1953, Thomas Mann advertiu os alemães sobre o perigo de quererem voltar a almejar uma “Europa alemã”. E que muito menos catastrófico seria que conseguissem obter uma “Alemanha europeia”. Mas no rastro da crise do euro, foi justamente o que aconteceu.

Um ponto de vista bastante disseminado é que precisamos de ‘mais Europa’ para superar a crise. O problema é que esse ‘mais’ em termos de Europa encontra cada vez menos apoio nas sociedades civis dos Estados-membros”, avalia Ulrich Bech, autor de A Europa alemã.

Com uma política “Merkiavélica”, brinca o autor em referência à liderança de Angela Merkel, a Alemanha se tornou hegemônica na Europa, tanto do ponto de vista político como do ideológico. Como líder econômica do continente pode ditar aos países da zona do euro as condições para a obtenção de novos créditos, incluindo o esvaziamento dos direitos de coparticipação dos parlamentos grego, italiano, espanhol e até mesmo do alemão.

Minha intenção, neste ensaio, é propor uma nova interpretação da crise. Quero tentar analisar a fundo as notícias que vemos diariamente na TV ou lemos nas manchetes dos jornais e questioná-las dentro de seu contexto”, afirma Beck.

Quais as consequências da polêmica política de contenção alemã para o equilíbrio de poder europeu? Que soluções são possíveis no conflito entre os arquitetos da Europa e os ortodoxos do Estado nacional? Como conciliar os imperativos da solução da crise e da democracia face ao risco-Europa? São essas as questões que Ulrich Beck aborda. E ele conclui que é preciso um novo contrato social europeu: um contrato que, através da própria ideia de Europa, garanta mais liberdade, mais segurança social e mais democracia.

Ulrich Beck ficou conhecido por sua “teoria da sociedade do risco”, na qual sustenta que a atual distribuição de riscos é incapaz de dar conta das diferenças sociais, econômicas e geográficas da modernidade, o que acarretaria problemas em escala global muito mais difíceis de serem controlados. Falecido em janeiro deste ano, Beck  é um dos mais respeitados sociólogos da Alemanha e lecionou em Munique, Londres e Harvard.

SERVIÇO

Europa alemã: a crise e as novas perspectivas de poder

Ulrich Bech
Tradução: Kristina Michahelles
Editora Paz & Terra
128 Páginas
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 32,00

Sobre Cadorno Teles

Leia Também

Conheça o livro Leve Mente Humana!

A leveza e a subversão da mente humana Leve Mente Humana nos permite pensar que …

Resenha | A Divina Democracia, de Lano Andrado

Sabemos, com toda certeza científica da fé, que o mundo vai acabar. Também sabia disso …