Início / Arquivos de Tag: Editora Intrinseca

Arquivos de Tag: Editora Intrinseca

agosto, 2014

  • 28 agosto

    Resenha | Sussurro, de Becca Fitzpatrick

    Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Grey, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch. Com seu …

março, 2014

  • 10 março

    Resenha | A Casa de Hades, de Rick Riordan

    Livro: A Casa de Hades Autor: Rick Riordan Editora: Instrinseca  Sinopse: A tripulação do Argo II enfrenta dias difíceis. Inimigos espreitam no caminho para a Casa de Hades e a moral da equipe está baixa após a perda de dois integrantes importantes em Roma. Para chegar às Portas da Morte …

fevereiro, 2014

  • 17 fevereiro

    Semana Esther | A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar

    A Estrela que nunca vai se apagar Diagnosticada com câncer da tireoide aos doze anos, Esther Grace Earl era uma adolescente talentosa e cheia de vida. Fazendo jus ao nome, que em persa significa “estrela”, ela marcou todos em seu caminho com sua generosidade, esperança e altruísmo enquanto enfrentava com graciosidade …

dezembro, 2013

  • 25 dezembro

    Resenha | O Jantar, de Herman Koch

    Em uma noite de verão, dois casais se encontram em um restaurante elegante. Entre um gole e outro de vinho e o tilintar de talheres, a conversa mantém um tom gentil e educado, passando por assuntos triviais como o preço dos pratos, os aborrecimentos do trabalho, o próximo destino de …

novembro, 2013

  • 26 novembro

    Resenha | Cidades de Papel, de John Green

    Título: Cidades de Papel Autor: John Green Editora: Instrínseca   Sinopse Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota …

  • 21 novembro

    Release & Lançamento | Eu me chamo Antônio

    Eu me chamo Antônio, de Pedro Gabriel Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas …