Início / Arquivos de Tag: Fê Coelho (página 2)

Arquivos de Tag: Fê Coelho

setembro, 2011

  • 29 setembro

    Uma Confissão

    Preciso confessar uma fraqueza: não consigo viver se não for 100%. Não consigo estar só "de corpo presente" em nenhum lugar. Não entro em nenhum tipo de relacionamento - amizades inclusas - se for para ser pela metade. Não faço elogios falsos. Não gosto de gente morna.

  • 3 setembro

    Entre aspas

    Estava aqui olhando as pessoas postarem citações e o pensamento voou. Foi inevitável, como tantas vezes acontece e me vi no meio de um questionamento: será que, quando cita um autor, a pessoa tem noção do que isso pode representar? Desde a minha infância, passando pela adolescência e chegando à …

  • 3 setembro

    Eu e Isaura

    Um dos meus relacionamentos mais antigos e conturbados não é, acreditem-me, com um homem. E antes que imaginem que tenho tendências que não me são próprias, eu explico: esse relacionamento também não é com uma mulher, assim de carne e osso. Meu caso, rolo, borogodó, carma, ou coisa que o …

julho, 2011

  • 30 julho

    Eu e a Moça do Espelho

    Ei você aí, do outro lado do espelho. Será que pode ter a bondade de se apresentar? Tenho a vaga sensação de conhecê-la, mas você me parece tão diferente, Moça do Espelho, que já não estou mais tão certa assim. Reconheço os olhos castanhos, os cabelos louros e o sorriso …

  • 13 julho

    Nunca como antes fora

    Sentaram-se, os dois amigos, como tantas vezes fizeram antes, sob a mesma árvore, sobre o mesmo morro, olhando a mesma paisagem. Miraram o pôr do sol, como tantas vezes fizeram, e falaram. Disseram as bobagens de sempre, comentaram os costumes das pessoas e falaram de literatura. – Olha lá embaixo. …

  • 13 julho

    Sobre Memórias

    Se a vida nos permite levar algum patrimônio conosco por onde quer que vamos, esse bem são as memórias. Só elas nos permitem saber, de fato, quem somos, do que somos feitos e por que motivo nosso coração continua trabalhando. As lembranças nos sinalizam nossa trajetória aqui nesse mundão velho …